“— Qual foi a melhor coisa que você já teve?
— Você.
(silêncio)”
Amanda Oliveira.  (via poetaciumenta)
via  poetaciumenta  (originally  poetaciumenta)
“- Tá frio.
- O tempo?
- Não, o coração.”
Amanda Oliveira.  (via poetaciumenta)
via  poetaciumenta  (originally  poetaciumenta)
“Sempre andei sozinho. Me dou bem comigo mesmo.”
Desconhecido (via acumulou)
via  acumulou  (originally  fruir)
Há 2 dias · 46.640 notas · reblog
originally fruir · via acumulou
“As pessoas são lembradas pelos sentimentos que despertaram em nós. E quanto maior o sentimento, maior se torna a pessoa.”
Caio Fernando Abreu. (via involuntus)
via  involuntus  (originally  romantizar)
via  giovannagiunti  (originally  artigo-de-rua)

Para nós, toda comida do mundo.

via  poematizei  (originally  poematizei)
Há 2 dias · 67 notas · reblog
originally poematizei · via poematizei
via  amarga-metade  (originally  maior-abandono)
“Você já sentiu aquele friozinho na barriga? Ou já sentiu aquela famosa expressão “borboletas no estômago”? É uma sensação boa poder sentir isto não é? É assim que eu me sinto quando você me toca. Nossos olhares se cruzam e logo em seguida eu e você sabemos o que esses olharem querem dizer, através desse modo que nós trocamos caricias, beijos, abraços. Logo quando eu toco em sua pele, é como se eu estivesse tocando uma seda totalmente macia e sedosa. As vezes eu me deparo com o pensamento longe, imaginando o futuro, de quando nós estaremos juntos, casados, e com filhos em nossa casa, e todas as vezes antes de dormir, discutiremos para ver quem vai ter que se levantar parar apagar a luz e depois dessa “briga”, iremos nos amar intensamente debaixo do edredom. Acho que tá explicado na face do meu rosto, que sou completamente apaixonada por ti, isso está bem claro e nítido, porque quando alguém diz seu nome, eu imediatamente dou um sorriso de orelha a orelha, sendo o motivo você. Tudo que eu faço, direta ou indiretamente é só pensando em tu. Abreviando e resumindo tudo: você é a razão da minha vida.
Amanda Oliveira.  (via poetaciumenta)
via  poetaciumenta  (originally  poetaciumenta)
“Me deixaram partir, e me culpam por ter ido.”
Castelos de Vidro. (via acumulou)
via  acumulou  (originally  verboralizar)

tu me estressa fácil, mas me acalma na mesma velocidade.

via  poetaciumenta  (originally  wilddsex)
via  giovannagiunti  (originally  to-the-rabbit-hole)
“Com tantos peixes no oceano por que fui escolher justamente você ?”
im-compreendido (via poetaciumenta)
via  poetaciumenta  (originally  im-compreendido)
via  giovannagiunti  (originally  vergiftettraume)
via  poetaciumenta  (originally  fotografias-s)
via  justsexyboy  (originally  endless-pulchritude)
theme por Marcelo Prado, MP. detalhes por + e +.